Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

MILITANTES DESAFIAM ARAFAT

A situação na Cisjordânia voltou a agravar-se. Um grupo de palestinianos armados sequestrou ontem três estrangeiros, entretanto libertados, tendo sido ainda incendiados edifícios governamentais, em mais dois episódios da crescente revolta contra o presidente da Autoridade Nacional Palestiniana, Yasser Arafat.
1 de Agosto de 2004 às 00:00
Yasser Arafat
Yasser Arafat FOTO: d.r.
Os três estrangeiros – um norte-americano, um britânico e um irlandês, todos voluntários cristãos – foram feitos reféns em Nablus, mas estiveram em poder dos captores durante pouco mais de duas horas, tendo sido libertados após a Polícia ter cercado o campo de refugiados onde estavam cativos. A acção ainda não havia sido reinvindicada, mas as forças de segurança acreditam que os sequestradores pertencem a um grupo ligado à Fatah, de Arafat.
Já em Jenin, militantes descontentes com a actuação do líder palestiniano e com os serviços de segurança incendiaram dois edifícios da ANP, num acto reinvindicado pelas Brigadas dos Mártires de al-Aqsa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)