Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Militares ajudam vítimas das cheias

Uma ponte aérea da Força Aérea brasileira está em acção, com aviões militares de carga e de passageiros a transportarem mantimentos e outros bens para as centenas de milhar de pessoas afectadas pelas cheias que assolam os estados do Nordeste e Norte do Brasil.
13 de Maio de 2009 às 00:30

Os aviões partem sem cessar de várias cidades, nomeadamente de São Paulo, do Rio de Janeiro e de Belém, levando colchões, água potável, alimentos, remédios e também voluntários, principalmente para os estados do Maranhão e do Piauí, no Nordeste, os dois mais devastados.

Nas aeronaves, entre as quais os grandes cargueiros C130 Hércules, vão também botes, coletes salva-vidas, equipamentos de mergulho e ferramentas hidráulicas para serem usadas pelas equipas de socorro locais e voluntárias de outros estados. Só de São Paulo foram transportados para a capital maranhense, São Luís, 35 bombeiros especializados em tragédias naturais, tendo outros, igualmente voluntários, sido levados para o Piauí.

Até agora as cheias no Brasil já afectaram mais de 900 mil pessoas, deixando um rasto de pelo menos 44 mortos e cerca de 350 milhões de euros em prejuízos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)