Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Militares nas ruas controlam votação

Sob um forte dispositivo de segurança que envolve mais de 20 mil efectivos das Forças Armadas e Polícia Militarizada, 8,2 milhões de eleitores chilenos vão hoje às urnas eleger um novo presidente da República.
15 de Janeiro de 2006 às 00:00
Um trabalhador camarário carrega urnas de voto para o Estádio Nacional em,  Santiago, capital do Chile
Um trabalhador camarário carrega urnas de voto para o Estádio Nacional em, Santiago, capital do Chile FOTO: Ivan Alvarado, Reuters
É a segunda volta das presidenciais chilenas que opõe dois candidatos: a socialista Michelle Bachelet, apontada como favorita, e o empresário conservador Sebastian Piñera.
O mandatário do candidato da oposição Sebastian Piñera contestou as sondagens que lhe atribuem a derrota mas assegurou que o governo está na posse de outros dados em que ele aparece empatado tecnicamente com a candidata oficial Michelle Bachelet. Esta versão foi, no entanto, prontamente desmentida pelo ministro da Presidência, Osvaldo Puccio.
Bachelet, 54 anos, é candidata da Concertação Democrática, coligação de democratas-cristãos, socialistas e radicais, no poder há 16 anos. Caso seja eleita, será a primeira mulher presidente da República na América do Sul e a quarta na América Latina. É filha de um general próximo do antigo presidente Salvador Allende. Acompanharam-na no último acto de campanha entre outros o ex-primeiro--ministro espanhol Felipe Gonzalez e o antigo ministro da Cultura francês Jack Lang.
Piñera, 56 anos, encerrou a campanha com uma concentração de milhares de pessoas em Valparaiso, 120 quilómetros de Santiago. Este milionário bronzeado e de sorriso fácil é apelidado de ‘Berlusconi chileno’ por ter feito fortuna em menos de 25 anos com a introdução dos cartões de crédito no país, antes de se tornar accionista principal da companhia aérea Lan e proprietário da televisão privada Chilevision.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)