Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Ministro britânico tinha porno extremo

Damian Green, ‘número dois’ de May, nega alegações.
Ricardo Ramos 6 de Novembro de 2017 às 08:44
Acusação contra Damian Green (esq.) faz tremer o governo de Theresa May
Theresa May
Theresa May
Acusação contra Damian Green (esq.) faz tremer o governo de Theresa May
Theresa May
Theresa May
Acusação contra Damian Green (esq.) faz tremer o governo de Theresa May
Theresa May
Theresa May
O escândalo de assédio sexual que envolve vários deputados britânicos e membros do governo de Theresa May conheceu ontem um novo episódio, com um antigo comissário-adjunto da Polícia Metropolitana a afirmar que agentes encontraram "pornografia extrema" no computador de Damian Green, atual ‘número dois’ do governo, durante uma investigação em 2008.

De acordo com o ‘Sunday Times’, que cita o antigo comissário-adjunto Bob Quick, a descoberta foi feita durante uma investigação a alegadas fugas de informação no parlamento. O caso foi abafado e Quick foi afastado da polícia.

Green nega tudo e diz que a história não passa de uma "tentativa sem escrúpulos de assassinato de caráter", mas a ministra do Interior, Amber Rudd, anunciou que hoje mesmo será aberta uma investigação.

O vice-primeiro-ministro é ainda acusado de assediar uma mulher num bar.
Damian Green ministro porno extremo May Reino Unido
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)