Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Ministro de Lula já está na prisão

José Dirceu, ‘czar' do primeiro governo do ex-presidente brasileiro, vai dividir o alojamento na cadeia com outros reclusos e dormir num beliche
17 de Novembro de 2013 às 14:40
José Dirceu ergue o punho e saúda apoiantes antes de entrar na esquadra da polícia em São Paulo
José Dirceu ergue o punho e saúda apoiantes antes de entrar na esquadra da polícia em São Paulo FOTO: Nacho Doce / Reuters

José Dirceu, o homem que pelo poder que detinha chegou a ser apelidado de ‘czar' do primeiro governo de Lula da Silva, já está numa prisão de Brasília a cumprir os dez anos e dez meses da pena a que foi condenado no julgamento do ‘Mensalão', o megaprocesso de corrupção que abalou o Partido dos Trabalhadores (PT) da presidente Dilma Rousseff.

Dos 12 condenados com prisão decretada pelo Supremo Tribunal brasileiro, na passada sexta-feira, o ex-ministro-chefe Dirceu e mais 10 réus entregaram-se entre a noite e madrugada de sábado, enquanto Henrique Pizzolato fugiu para Itália.

Dirceu e o ex-presidente do PT, José Genoíno, que se entregaram ainda na sexta-feira em São Paulo, foram transferidos ontem para Brasília num avião da Polícia Federal. O mesmo avião foi buscar Marcos Valério - condenado a 40 anos como principal operador da fraude que desviou milhões do erário público para pagar apoio a Lula da Silva - e outros condenados que se entregaram na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. O antigo ministro do ex-presidente Lula vai dormir num beliche e dividir, com Genoíno e outros reclusos, um alojamento no Centro de Progressão Penal, uma prisão semiaberta, em que os presos podem sair para trabalhar e só regressar à noite. Valério e outros condenados vão ser levados amanhã para a Penitenciária da Papuda, também em Brasília, onde ficarão em regime fechado, em celas individuais.

José Dirceu Mensalão condenação julgamento Brasil
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)