Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Ministros europeus agilizam deslocalização de refugiados

Compromisso para acolher 160 mil.
8 de Novembro de 2015 às 13:22
Fluxo de refugiados é cada vez maior
Fluxo de refugiados é cada vez maior FOTO: EPA

Os ministros europeus da Administração Interna voltam a encontrar-se na segunda-feira, perante o agravamento da crise de refugiados, para analisar como agilizar a deslocalização e concretizar a resposta acordada pela Europa.


Os Estados membros comprometeram-se a acolher nos próximos anos 160 mil refugiados vindos principalmente dos centros de acolhimento da Grécia e Itália, mas, atualmente, somente 135 pessoas foram encaminhadas destes países para a Finlândia, França, Suécia e Luxemburgo.


Esta proporção está longe das quase 6.700 pessoas que deveriam, em média, ser recebidas por mês, durante dois anos, para cumprir a meta.


Só 14 estão preparados
Até agora, somente 14 Estados membros disseram estar preparados para começar a receber refugiados, e disponibilizaram um total de 3.546 lugares, muito abaixo do que é necessário. 


Conforme já foi avançado pelas autoridades portuguesas, Portugal transmitiu, no final de setembro, estar em condições de receber refugiados, mas só deverá acolher cerca de 30, no final do mês, devido ao atraso nos procedimentos de registo, nos países de origem.


Portugal vai receber, ao abrigo do Programa de Relocalização de Refugiados na União Europeia, cerca de 4.500 pessoas nos próximos dois anos.

Administração Interna refugiados Europa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)