Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Missionário brasileiro assassinado em Díli

Um missionário evangélico brasileiro, Edgar Gonçalves, foi assassinado ontem em Díli, tornando-se a primeira vítima mortal estrangeira desde o início da crise em Timor, em Abril último.
20 de Novembro de 2006 às 00:00
Edgar Gonçalves foi morto quando regressava a casa, acompanhado da irmã, depois de assistir a um culto religioso, segundo afirmou o pastor Durval Barbosa. “Trata-se de uma notícia trágica. A morte de uma pessoa que veio para este país para ajudar a trazer a paz a este povo e que foi vítima de pessoas que têm muito ódio dentro de si”, lamentou o pastor Barbosa.
Cidadãos brasileiros que contactaram a irmã da vítima, que testemunhou o ataque, afirmam que os dois foram surpreendidos por um grupo de jovens armados quando regressavam a casa, de carro, entre os bairros de Akadiro Hun e Bidau.
O carro foi apedrejado e Edgar foi alvejado no pescoço e ombro, mas ainda conseguiu conduzir a viatura até à casa onde residem outros brasileiros, que o tentaram transportar até ao Hospital Nacional, mas foram impedidos devido a barreiras de pneus erguidas por desordeiros. Transportado para a Clínica do Bairro Pité, a vítima chegou já sem vida.
Actualmente vivem 160 brasileiros em Timor-Leste, 100 dos quais são missionários e os restantes professores e funcionários públicos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)