Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Moçambique: Violadores de cabra condenados

O Tribunal Judicial de Gondola, centro de Moçambique, condenou a seis meses de cadeia, por "furto qualificado", os dois jovens apanhados pela polícia a manter relações sexuais com uma cabra. Os donos do animal continuam a exigir casamento.
2 de Março de 2010 às 14:15
Moçambique: Violadores de cabra condenados
Moçambique: Violadores de cabra condenados FOTO: d.r.

Embora segundo as instâncias judiciais o caso esteja encerrado, os donos da cabra não se conformam e vão, segundo a agência Lusa, recorrer ao poder tradicional para exigir uma indemnização e o casamento dos jovens com a cabra.  

"O tribunal concluiu que os dois jovens praticaram furto da cabra, que é tipificado como crime no Código Penal (moçambicano)", disse esta terça-feira Lino Guido, o juiz responsável pelo caso.  

Lino Guido acrescentou também que, embora o acto sexual com a cabra em que os jovens se envolveram fira "a moral e os costumes tradicionais da  população local", o mesmo "não se ajusta" à legislação moçambicana.  

Os dois jovens, cuja identidade não foi até agora revelada, foram apanhados na semana passada pela polícia em Matsinho, distrito de Gondola, província de Manica, a manter relações sexuais com a referida cabra, no âmbito de uma espécie de ritual satânico.  

O animal abusado foi devolvido, por decisão do tribunal, ao proprietário do animal. Os dois jovens cumprem a pena na cadeia distrital de Gondola. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)