Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Monica Lewinsky quebra silêncio sobre escândalo com Bill Clinton

Estagiária que manteve relações sexuais com o ex-Presidente norte-americano fala de "humilhação global".
6 de Maio de 2014 às 19:43
Estagiária que manteve relações sexuais com o ex-Presidente norte-americano fala de "humilhação global"

Dezasseis anos depois da controvérsia, Monica Lewinsky fala pela primeira vez sobre o caso que teve com o ex-Presidente dos Estados Unidos e sobre a exposição mediática que sofreu à ‘Vanity Fair'.

O chamado 'escândalo Lewinsky' rebentou no final da década de 1990, após ser descoberto o envolvimento sexual de Mónica Lewinsky (então estagiária na Casa Branca) e Bill Clinton, presidente dos Estados Unidos.

"Fui possivelmente a primeira pessoa a sofrer humilhação global através da Internet. Talvez seja capaz de ajudar outros que estejam no seu momento mais negro de humilhação", justificou Lewinsky à revista ‘Vanity Fair', emocionada pelo suícidio de Tyler Clementi, um jovem de 18 anos que também teve a sua vida privada exposta na internet em 2010.

A ex-estagiária da Casa Branca confessa que o também pensou em acabar com a própria vida e falou do impacto que o escândalo sexual teve na sua família: "A vergonha, a chacota, medo que foram atirados à filha deixaram a minha mãe com medo que eu me matasse - tinha medo que eu fosse, literalmente, humilhada até à morte."

Monica Lewinsky desmente os rumores de que lhe foram oferecidos 12 milhões de dólares por um livro em que contasse todos os pormenores, mas acrescenta: "Neguei ofertas que me renderiam mais de dez milhões, porque não me parecia ser o mais correto."

"Eu mesma arrependo-me profundamente do que aconteceu entre mim e o Presidente Clinton. Deixem-me repetir: Eu. Mesma. Arrependo-me. Profundamente", conclui.

Monica Lewinsky Bill Clinton escândalo sexual imprensa E.U.A. Vanity Fair Internet confissão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)