Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Morre asfixiado em sala de sexo

Homem foi encontrado pelo parceiro com uma máscara de gás.
Pedro Zagacho Gonçalves 9 de Setembro de 2016 às 19:22
Homem usava máscara de gás para jogos sexuais
Homem usava máscara de gás para jogos sexuais FOTO: Getty Images

Um homem irlandês, de 41 anos, foi encontrado morto num barracão, anexo à sua casa em Kenilworth Road, Rathmines, que era usado como sala de sexo.

Graham Egan, de 41 anos, foi encontrado pelo parceiro, Alan Bigley, inconsciente, com uma máscara de gás posta e vários brinquedos sexuais espalhados pelo espaço, criado pelo casal para jogos sexuais.

Bigley relatou às autoridades que jantou com o parceiro e ainda viram televisão juntos, antes de se deitar. "O Graham disse que ia para o barracão relaxar. Costumamos usar o espaço como sala de sexo, para os nossos jogos ‘picantes’ a dois", conta.

O irlandês acordou de madrugada e estranhou a ausência do parceiro. Quando o encontrou, chamou os bombeiros e Graham Egan ainda foi transportado para o hospital, mas estava já em paragem cardíaca. Acabou por morrer pouco depois de chegar às urgências.

A autópsia apurou que o homem morreu sufocado pela máscara de gás que usava para atingir o clímax. Foram encontrados vestígios de álcool e de analgésicos, mas terá sido o refluxo gástrico de que o homem sofria que acelerou a morte do irlandês, por asfixia.

"A máscara foi usada para chegar a um estado de resposta sexual elevado mas, nestes casos, se alguma coisa corre mal é fatal.", explica a médica legista Myra Cullinae ao jornal Independent. 

Kenilworth Road Graham Egan Alan Bigley Myra Cullinae questões sociais morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)