Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Morre de overdose para evitar prisão do filho

Quis evitar que a polícia descobrisse que o filho é traficante.
29 de Maio de 2013 às 15:25

Uma mulher morreu na madrugada de segunda-feira, em Espanha, após ter ingerido uma parte da droga que transportava no carro em que viajava – acompanhada pelos dois filhos –, quando mandada parar pela Guardia Civil.

Em comunicado de imprensa, a Guardia Civil explicou que, depois de ter parado o carro, numa operação de controlo normal, os agentes daquele corpo de intervenção repararam que a mulher se estaria a sentir indisposta. De imediato, foi transportada para o centro hospitalar de Salud de Mora de Rubielos, na cidade espanhola Teruel, onde foi atendida por um dos médicos. Segundo a nota de imprensa, a mulher terá agradecido aos agentes “o auxílio prestado”.

Momentos depois, a mulher – cujo nome não foi identificado – terá entrado em paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer. As suspeitas de consumo de droga foram confirmadas pela autópsia.

Após o incidente, a polícia presumiu que o acompanhante – um dos filhos – poderia ser um traficante e que a droga ingerida pela mulher seria para vender.

A Guardia Civil, depois de revistar o carro que a mulher conduzia e a casa dos dois irmãos, encontrou, no total, 561 gramas de metanfetamina, 40 gramas de cocaína e 19 gramas de haxixe.

Os dois irmãos foram acusados do crime contra a saúde pública e tráfico de droga. O suspeito que acompanhava a mãe no carro acabou por ser detido, sendo que o outro irmão acabou por ser libertado.

Espanha droga prisão filho Guardia Civil tráfico morte overdose
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)