Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Morreu o homem mais velho do mundo. Tinha 114 anos

Gustav Gerneth nasceu no dia 15 de outubro de 1905 na cidade polaca de Estetino que, na altura, pertencia à Alemanha.
23 de Outubro de 2019 às 13:51
Gustav Gerneth
Gustav Gerneth

O alemão Gustav Gerneth, considerado o homem mais velho do mundo, morreu na noite de segunda-feira, na localidade de Havelberg onde morava, uma semana após fazer os 114 anos, informam as agências internacionais.

Durante a celebração do seu aniversário, onde além da família participou o prefeito da cidade, Bernd Poloski, o ancião afirmou que tinha intenções de festejar os 115 anos em 2020, de acordo com o jornal local ‘Volksstime’.

"Estou contente por ter tido o privilégio de o ter felicitado pessoalmente pelos seus 114 anos de vida e alegro-me de o ter visto tão feliz no dia do aniversário", declarou o Poloski.

Gerneth nasceu no dia 15 de outubro de 1905 na cidade polaca de Estetino que, na altura, pertencia à Alemanha.

Quando questionado sobre a sua receita para a longevidade, o ancião sublinhava sempre a importância de se mexer.

"Não podemos ficar sentados, isso deixa-nos rígidos", declarou o centenário, acrescentando que era importante para si ter uma boa manteiga à mesa e que não queria ver margarina, de acordo com o jornal local.

Gerneth ganhou o título de homem mais velho do mundo em janeiro, após a morte do japonês Masazo Nonaka que era três meses mais velho que o recém falecido.

Gerneth foi maquinista profissional, sobreviveu aos dois conflitos mundiais, durante a II Guerra Mundial foi feito prisioneiro e, até à sua reforma em 1972, trabalhou numa central de gás em Havelberg, que fechou no mesmo ano.

A sua esposa, com quem casou em 1930, morreu em 1988, tal como os três filhos que teve com ela e uma neta, segundo a cadeia de televisão regional MDR.

Gustav Gerneth Bernd Poloski Havelberg questões sociais política interesse humano pessoas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)