Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Morreu croata colaborador de nazis

Ivo Rojnica, ex-dirigente croata, acusado de crimes de guerra cometidos durante a II Guerra Mundial, morreu no sábado, em Buenos Aires, aos 92 anos, informou a delegação local do Centro Simon Wiesenthal.
6 de Dezembro de 2007 às 09:28
Rojnica morreu em sua casa, nos arredores da capital argentina, onde residia desde o fim da II Guerra Mundial.
Considerado um colaborador de nazis, o croata foi governador da cidade costeira de Dubrovnik e membro do "Estado Independente da Croácia", aliado da Alemanha nazi de 1941 a 1945.
Numa entrevista concedida ao diário argentino 'La Nación' em 1998, Ivo Rojnica negou ter cometido crimes contra a humanidade durante a II Guerra Mundial e rejeitou as acusações do Centro Wiesenthal.
Segundo a informação do Centro, várias testemunhas acusaram Rojnica de crimes contra civis e de apropriar-se das propriedades dos prisioneiros judeus e sérvios.
Ver comentários