Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Morreu jornalista francês ferido em explosão de mina em Mossul

Sobe para 26 o número de jornalistas mortos desde 2014 no conflito no Iraque.
20 de Junho de 2017 às 08:30
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
Explosão em Mossul
O jornalista francês Stephan Villeneuve, atingido na segunda-feira pela explosão de uma mina na cidade iraquiana de Mossul, morreu esta manhã na sequência dos ferimentos, anunciou a France Telévisións, a sociedade que agrupa as cadeias públicas francesas.

Stephan Villeneuve e outros dois jornalistas franceses ficaram feridos na explosão de segunda-feira, que resultou na morte do seu 'fixer', o jornalista curdo Bakhtiyar Addad, segundo a direção de informação da France Télévisions e a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

O jornalista, que fez a cobertura de inúmeros conflitos em todo o mundo, preparava uma reportagem sobre a batalha de Mossul.

Apoiado por uma coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, as forças iraquianas levam a cabo, desde outubro, uma grande ofensiva para expulsar o Daesh de Mossul, que foi tomada em junho de 2014.

Mossul, segunda cidade do Iraque, é o último grande reduto urbano do grupo terrorista no país.

Segundo a RSF, com estas mortes sobe para 26 o número de jornalistas mortos desde 2014 no conflito no Iraque.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)