Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Morreu o menino de 10 anos que ficou paralisado após comer hambúrguer contaminado

Nolan Moittie, de nacionalidade francesa, não resistiu a uma paragem cardíaca após várias cirurgias.
Correio da Manhã 16 de Setembro de 2019 às 13:37
Nolan Moittie
Nolan Moittie FOTO: Facebook
O menino de 10 anos, de nacionalidade francesa, que ficou paralisado após comer um hambúrguer contaminado comprado num supermercado Lidl, em 2011, morreu este sábado, sucumbindo a uma paragem cardíaca.

Segundo avança o jornal Le Fígaro, a vítima não resistiu a várias circurgias, tendo ficado com os membros deformados e os ossos partidos, sendo que também não conseguia comer, engolir ou falar. 

"Nolan Moittie morreu no sábado de manhã não resistindo à intoxicação", disse Florence Rault, advogado do menino e da família, à AFP.

"Ele tomava vários remédios ao longo do dia e ia frequentemente ao hospital. O seu corpo finalmente desistiu de lutar pela vida, sendo este o resultado de todos estes problemas", confessou o advogado.

Recorde-se que, em junho de 2011, cerca de 15 crianças desenvolveram síndromes depois de ingerirem hambúrgueres comprados no Lidl. Nolan é a única vítima mortal deste incidente.
Nolan Lidl questões sociais questões sociais
Ver comentários