Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Morreu o último guarda-costas de Hitler

Um dos homens que defendeu o líder nazi morreu aos 96 anos.
6 de Setembro de 2013 às 17:47
Rochus Mish morreu aos 96 anos
Rochus Mish morreu aos 96 anos

Rochus Mish, um dos homens que testemunhou e acompanhou as últimas horas de Hitler, morreu ontem em Berlim.

O guarda-costas era o último sobrevivente da equipa de protecção pessoal de Adolf Hitler. Durante a Segunda Guerra Mundial, Rochus Mish, era o responsável pela operação de telefones nos escritórios do líder nazi. O militar orgulhava-se do que tinha feito sob as ordens de Hitler.

Segundo a ‘Associated Press’, Mish considerava Hitler “um homem normal… não era nenhum bruto, nem nenhum monstro”. O ex-oficial via no Führer como uma luz, mesmo despois da Segunda Guerra Mundial.

Numa das últimas vezes que foi entrevistado, Rochus Mish afirmou não ter conhecimento do assassínio dos seis milhões de judeus e que Hitler nunca mencionou a possibilidade de cometer o suicídio.

Hitler guarda-costas nazi Rochus Mish
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)