Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Morte de político pode ter sido por asfixia erótica

A morte do subsecretário de Estado argentino para o Comércio Externo, Ivan Heyn, na passada terça-feira em Montevideu, onde estava para participar na Cimeira do Mercosul, pode ter sido consequência de um jogo sexual que correu mal, o que contraria a tese de suicídio inicialmente sustentada pelas autoridades.
23 de Dezembro de 2011 às 15:39
Corpo de Ivan Heyn, de 34 anos, foi encontrado nu, enforcado num armário com o próprio cinto
Corpo de Ivan Heyn, de 34 anos, foi encontrado nu, enforcado num armário com o próprio cinto FOTO: d.r.

É pelo menos esta a versão avançada, esta sexta-feira, pelos diários uruguaios ‘El País’ e ‘El Observador’ com base no facto de o corpo de Ivan Heyn, de 34 anos, ter sido encontrado nu, enforcado num armário com o próprio cinto.

As câmaras de vigilância não registaram a entrada de mais ninguém no quarto, o que leva os responsáveis pela investigação a suspeitar que se tratou de um caso de asfixia erótica, prática que consiste em provocar a própria asfixia ou a do parceiro durante a relação sexual por forma a potenciar o orgasmo.

argentina uruguai político ivan heyn sexo óbito morte asfixia erótica
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)