Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Moscovo condena sanções dos EUA a russos acusados de colaborar com Coreia do Norte

Anunciada a imposição de sanções a cinco norte-coreanos, bem como ao russo Roman Alar e à empresa russa Parsek.
Lusa 14 de Janeiro de 2022 às 19:44
Sergei Lavrov, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia
Sergei Lavrov, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia FOTO: EPA
O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia denunciou esta sexta-feira sanções "infundadas" dos Estados Unidos contra cidadãos e entidades russas, acusados por Washington de ligações ao programa balístico da Coreia do Norte.

O Tesouro norte-americano anunciou quarta-feira a imposição de sanções a cinco norte-coreanos, bem como ao russo Roman Alar e à empresa russa Parsek, por "atividades ou transações que contribuíram materialmente para a proliferação de armas de destruição maciça na Coreia do Norte".

"Sem se preocuparem em fornecer provas, os Estados Unidos procuram substituir factos por fantasias, espalhando acusações fabricadas e infundadas de que a Rússia contribui para o desenvolvimento do programa nuclear da Coreia do Norte", disse a porta-voz do ministério, Maria Zakharova, em comunicado.

Ver comentários