Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

MOSCOVO CULPA ÁRABES

O duplo ataque bombista suicida que, na sexta-feira, matou pelo menos 55 pessoas em Grozny terá sido financiado por países árabes não identificados. Quem o afirma é o coronel Ilya Shabalkin, um importante agente dos serviços secretos moscovitas.
29 de Dezembro de 2002 às 00:00
Segundo Shabalkin, responsável pelo braço antiterrorista no Norte do Cáucaso, o conhecido comandante rebelde Shamil Basayev está por detrás do ataque terrorista que, na passada sexta-feira, arrasou a sede do governo russo na capital tchetchena. Recorde-se que Moscovo há muito que vem denunciando que o terrorismo tchectheno está a ser financiado por grupos terroristas árabes, nomeadamente a rede de bin Laden, a al-Qaeda.

Além de Basayev, também Abu Al Walid, representante do grupo egípcio “Irmandade Muçulmana”, esteve ligado à autoria do ataque.

Ainda de acordo com Shabalkin, os serviços militares de espionagem souberam recentemente que Al Walid ordenou uma série de atentados terroristas em Grozny. Quanto ao ataque de sexta-feira, já reinvindicado por rebeldes tchetchenos num “site”na Internet.

Quanto a Aslan Maskhadov, o líder separatista tchetcheno reconhecido como o presidente daquela república até 1999, e que foi responsabilizado por Shabalkin, negou qualquer ligação com o ataque e condenou-o.

O duplo atentado de sexta--feira causou, segundo as autoridades russas em Grozny 55 mortos e mais de uma centena de feridos mas ontem ainda prosseguiam as buscas por eventuais sobreviventes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)