Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

MPLA mostra força em Luanda

Numa jogada de antecipação à manifestação agendada para amanhã contra o presidente angolano José Eduardo dos Santos, o MPLA, partido do regime, reuniu ontem dezenas de milhares de apoiantes nas ruas de Luanda.
6 de Março de 2011 às 00:30
Dois dias antes de manifestação “contra a ditadura de José Eduardo dos Santos”, partido do regime juntou milhares de apoiantes em Luanda numa demonstração de força e pediu à população para “estar vigilante”
Dois dias antes de manifestação “contra a ditadura de José Eduardo dos Santos”, partido do regime juntou milhares de apoiantes em Luanda numa demonstração de força e pediu à população para “estar vigilante” FOTO: Claudia Daut/Reuters

Bento Bento, secretário provincial de Luanda do MPLA, diz que a ‘Marcha Patriótica pela Paz’ juntou "mais de três milhões de pessoas", número impossível de confirmar de forma independente. "Aventura política aqui em Angola nunca mais. Foi isso que o povo aqui disse, que está com o MPLA e com o arquitecto da paz [José Eduardo dos Santos]", afirmou.

O desfile foi convocado pelo MPLA numa reacção ao "protesto contra a ditadura de José Eduardo dos Santos", que está a ser convocado por SMS e pelas redes sociais para amanhã em Luanda, numa tentativa de imitar os protestos no mundo árabe. "Angola não é o Egipto, a Tunísia nem a Líbia", repetiu aos manifestantes Bento Bento, deixando o recado: "Quem tentar manifestar-se será neutralizado. Angola tem leis e o bom cidadão cumpre as leis, respeita o país e é patriota".

Segundo o MPLA, na origem dos protestos anti-regime estão angolanos residentes no exterior, apoiados por grupos de pressão de Portugal, Itália, França e outros países europeus.

ANGOLA MPLA GOVERNO MANIFESTAÇÃO APOIO JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)