Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Mubarak está deprimido e precisa de psicólogo

O antigo presidente do Egipto Hosni Mubarak, detido preventivamente num hospital, sofre de depressão e precisa de ser seguido por um psicólogo, indicou neste sábado fonte médica, citada pela agência Mena.

21 de Maio de 2011 às 17:11
A transferência do antigo presidente para a prisão enquanto aguarda um eventual julgamento está dependente da evolução do seu estado de saúde
A transferência do antigo presidente para a prisão enquanto aguarda um eventual julgamento está dependente da evolução do seu estado de saúde FOTO: Reuters

O ex-presidente, de 83 anos, está hospitalizado em Charm el-Cheikh desde o mês passado, na sequência de um acidente cardíaco ocorrido durante um interrogatório.  

Mubarak é alvo de uma investigação da justiça sobre a origem da sua fortuna e a repressão do levantamento popular contra o regime em Janeiro e Fevereiro, quando mais de 800 pessoas foram mortas.  

A transferência do antigo presidente para a prisão enquanto aguarda um eventual julgamento está dependente da evolução do seu estado de saúde. 

A agência egípcia cita um médico do hospital de Charm el-Cheikh que indica que o estado mental de Mubarak é "mau" e que necessita de um psicólogo. 

A justiça indicou na quarta-feira que uma equipa de cardiologia deverá avaliar o estado de Mubarak para ver se pode ser transferido para um estabelecimento prisional.  

Os dois filhos de Mubarak, Alaa e Gamal, também estão em prisão preventiva e a mulher, Suzanne, foi detida preventivamente e libertada depois de ter entregue parte da sua fortuna ao Estado.  

mubarak egipto depressão prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)