Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Muçulmana de 19 anos apedrejada até à morte

Uma rapariga muçulmana foi apedrejada à morte sob a lei de 'sharia' depois de participar num concurso de beleza na Ucrânia.
30 de Maio de 2011 às 18:32
Katya Koremn, de 19 anos, foi encontrada morta uma semana após o seu desaparecimento
Katya Koremn, de 19 anos, foi encontrada morta uma semana após o seu desaparecimento FOTO: AFP

Katya Koremn, de 19 anos, foi encontrada morta numa na região de Crimea, perto a sua casa. O seu corpo violentado foi encontrado na floresta uma semana depois do seu desaparecimento, refere o jornal 'Daily Mail'. 

A polícia já começou fazer investigação sobre queixas que dão conta de três jovens muçulmanos que tê-la-ão morto, justificando-se com a lei 'sharia'. 

Um dos jovens, Bihal Gaziev, de 16 anos encontra-se em prisão preventiva e disse à polícia que não se arrependa porque Katya tinha violado a lei.

Sharia Homicídio Katya Koremn Crimea Ucrânia Bihal Gaziev Concurso de beleza
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)