Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Mulher de 99 anos recebe carta de noivo desaparecido há 77 anos

Bill tinha pedido Phyllis em casamento e esta aceitou, mas a reação ao "sim" da noiva só chegou décadas depois.
30 de Dezembro de 2018 às 09:18
Mulher de 99 anos recebe carta de noivo desaparecido há 77 anos
Mulher de 99 anos recebe carta de noivo desaparecido há 77 anos
Mulher de 99 anos recebe carta de noivo desaparecido há 77 anos
Mulher de 99 anos recebe carta de noivo desaparecido há 77 anos
Mulher de 99 anos recebe carta de noivo desaparecido há 77 anos
Mulher de 99 anos recebe carta de noivo desaparecido há 77 anos

Phyllis Ponting tem 99 anos e recebeu agora, mais de sete décadas após o noivo ter desaparecido, uma carta do antigo amado. Essa mensagem continha a reação ao "sim" de Phyllis ao pedido de casamento de Bill. 

Bill Walker foi
 enviado em missão para a Índia durante a Segunda Guerra Mundial. A mulher nunca mais tinha tido notícias do homem até agora, momento em que lhe foi entregue uma carta escrita há mais de sete décadas.

A carta agora descoberta foi-lhe entregue por um representante do Museu do Postal de Londres, que explica que estas demoraram muito tempo a recuperar dado que muitas delas já mal se liam. Foi preciso colocá-las num frigorífico específico, onde aos poucos as palavras escritas foram surgindo, permitindo perceber para quem se dirigiam.

A mensagem foi encontrada num navio de carga afundado no Oceano Atlântico desde 1941. Nessa missiva, Walker respondia à última carta que Ponting lhe havia enviado, em que aceitava o seu pedido de casamento. Na carta, o homem descreveu como "chorou de alegria" quando ela aceitou o seu pedido de casamento. 

"Gostava que estivesses lá estado quando abri a carta [em que aceitaste o pedido de casamento]", lê-se na carta, citada pelo jornal Independent.

"Se soubesses o quanto me fez feliz, minha querida", lê-se ainda. Phyllis nunca recebeu resposta após ter aceitado o pedido de casamento de Bill e acreditou durante anos que este tivesse mudado de ideias.

A própria admite como a sua "vida teria sido diferente" se tivesse recebido aquela carta. "Teriamos casado. Ele amava-me muito."


Ao todo foram encontradas mais de 700 cartas no interior do SS Gairsoppa, a maioria escrita por militares e que nunca foram entregues.

Phyllis, que acredita que o antigo amado não sobreviveu à guerra, acabou por casar com Jim Holloway e teve quatro filhos, quatro netos e sete bisnetos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)