Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Mulher de Nobel da Paz já se encontrou com o marido

A mulher do Nobel da Paz 2010, Liu Xia, encontrou-se este domingo com o marido, Liu Xiaobo, preso há quase dois anos numa cadeia no nordeste da China, disseram activistas dos Direitos Humanos.
10 de Outubro de 2010 às 11:41
Atribuição do Nobel da Paz 2010 foi largamente ignorada pelos órgãos de informação chineses
Atribuição do Nobel da Paz 2010 foi largamente ignorada pelos órgãos de informação chineses FOTO: Reuters

O encontro ocorreu este domingo à tarde (hora local), indicou o Centro de Informação para os Direitos Humanos e a Democracia, com sede em Hong Kong, citando a sogra de Liu Xiaobo.           

Liu Xiaobo, condenado há cerca de um ano por actividades consideradas ’subversivas’, cumpre uma pena de onze anos de prisão numa cadeia da província de Liaoning, a cerca de 400 quilómetros de Pequim.           

É a terceira detenção de Liu Xiaobo desde a sangrenta repressão do movimento pró-democracia da Praça Tiananmen, em Junho de 1989.         

Liu Xiaobo, 54 anos, foi detido pela última vez em Dezembro de 2008, depois de ter lançado através da Internet um abaixo-assinado a favor da introdução de reformas políticas democráticas na China, como o fim do regime de partido único, a liberdade de expressão e associação, e a independência do poder judicial.         

Para o governo chinês, Liu Xiaobo é "um criminoso condenado por violar as leis chinesas" e os apelos para a sua libertação constituem "uma ingerência nos assuntos internos da China".         

A atribuição do Nobel da Paz 2010 foi largamente ignorada pelos órgãos de informação chineses.         

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)