Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão

Elisa, de 29 anos, foi encontrada sem vida pelas autoridades que acreditam que esta terá sido vítima de uma caçada.
Correio da Manhã 20 de Novembro de 2019 às 11:34
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Mulher grávida morre atacada por cães de caça enquanto passeava o próprio cão
Uma mulher grávida morreu na sequência de um ataque de cães de caça quando passeava o próprio cão, no norte de Paris, em França.

Elisa Pilaski, de 29 anos, terá telefonado para o marido minutos antes de ser atacada, avisando que se sentia "ameaçada" por uma caçada na Floresta Rezt.

O corpo da jovem foi encontrado já sem vida, e de acordo com a autópsia, a morte deveu-se a um enorme sangramento provocado por mordidas nos membros superiores e inferiores, bem como na cabeça.

Foram realizados vários testes forenses a 93 cães de caça para apurar quais os animais envolvidos no ataque. De acordo com a imprensa francesa, os caninos estariam a participar numa caça ao veado, uma tradição forte daquela região.
Paris França questões sociais crime lei e justiça morte polícia investigação policial
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)