Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Mulher guarda pele tatuada de marido após a sua morte

EUA e Canadá já têm um serviço que permite preservar tatuagens.
8 de Maio de 2019 às 15:27
Tatuagem
Tatuagem
Tatuagem
Tatuagem
Tatuagem
Tatuagem
Tatuagem
Tatuagem
Tatuagem

Chris Wenzel era canadiano e tinha uma paixão por tatuagens. Lutava contra uma doença crónica que provocava inflamações e lesões no intestino.

Antes de morrer de ataque cardíaco, pediu à sua mulher, Cheryl Wenzel, que preservasse as suas tatuagens dos ombros.

Após várias pesquisas, a mulher do tatuador encontrou um negócio em Cleveland, Ohio, capaz de cumprir o último desejo de Chris. O "guarde a minha tatuagem para sempre" trabalha com várias funerárias americanas, canadianas e britânicas. O objetivo dos gerentes desta empresa consiste em deixar uma forma de memorial diferente para as famílias que perderam os seus entes queridos.

Cheryl deslocou-se até ao Canadá onde entregou a pele do ex-marido. Foi levada a laboratório para conservação e colocada num vidro que protegia contra os raios ultravioleta. Este processo durou 3 meses.

Atualmente, o quadro da tatuagem de Chris Wenzel está presente em várias convenções de tatuadores no Canadá. Cheryl faz questão de o levar porque acredita que a arte traz as pessoas de volta.  

tatuador Chris Wenzel Cleveland Canadá
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)