Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Mulher morre ao cair de helicóptero durante resgate na passagem do tufão Hagibis

Catástrofe já matou pelo menos 33 pessoas, segundo o último balanço das autoridades.
Correio da Manhã 13 de Outubro de 2019 às 18:24
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão
Destruição causada pelo tufão Hagibis no Japão

Uma idosa de 70 anos morreu, este sábado, numa queda de helicópetero quando estava a ser resgatada das inundações que atingem a cidade de Iwaka após a passagem do tufão Hagibis no Japão.

Segundo o jornal Metro, a mulher não resistiu aos ferimentos provados pela queda, de cerca de 40 metros de altura, e acabou por morrer no hospital.

O Hagibis tocou terra no sábado pouco antes das 19h00 (13h00 em Lisboa) e, cerca de duas horas depois, chegou à capital japonesa com rajadas de vento até 200 quilómetros por hora, de acordo com a Agência Meteorológica do Japão.

O tufão já matou 33 pessoas e deixou outras 117 feridas, refere o último balanço das autoridades. Pelo menos 17 pessoas continuam desaparecidas

O Governo japonês mobilizou 27 mil membros das Forças de Autodefesa do exército para os trabalhos de socorro.

Mais de sete milhões de pessoas foram aconselhadas a deixar as suas casas, tendo dezenas de milhares sido acolhidas em centros de abrigo.

Hagibis Iwaka acidentes e desastres questões sociais meteorologia desastres meteorológicos desaparecidos morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)