Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Mulher morre depois de amamentar filhos durante quatro dias para salvá-los após naufrágio

Embarcação em que seguiam afundou e Mariely teve mesmo de beber a própria urina para não ficar desidratada.
Correio da Manhã 16 de Setembro de 2021 às 16:31
Barco de pesca
Barco de pesca FOTO: Getty Images
Uma mulher morreu depois de amamentar os filhos durante quatro dias para salvá-los após um naufrágio.

A 3 de setembro, o barco em que seguiam desde a cidade venezuelana de Higuerote para a ilha de Tortuga afundou. A bordo iam oito pessoas.

A embarcação seguia em sentido contrário à maré e "partiu-se em dois", relata uma amiga da vítima ao El Mundo

As autoridades espanholas suspeitam que os homens que estavam no barco terão improvisado jangadas para proteger as mulheres e crianças e, depois, nadaram para procurar ajuda. Foi nesta altura que Mariely Chacón, de 40 anos, ficou à deriva com os dois filhos, de dois e seis anos, e a ama, Verónica Martínez, de 24.

Durante cinco noites e quatro dias, Mariely teve de beber a própria urina e amamentou os filhos para que não ficassem desidratados. 

No momento em que as autoridades chegaram, os filhos e a ama estavam abraçados a Mariely. Segundo uma fonte de medicina forense, citada pelo La República, terá morrido de colapso dos órgãos vitais, devido à desidratação associada à amamentação durante o naufrágio.

Os filhos e a ama foram levados para o hospital para tratar queimaduras e desidratação. Cinco pessoas ainda continuam desaparecidas, entre elas o pai das crianças.
Mariely Chacón acidentes e desastres questões sociais
Ver comentários