Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

'Mulheres de conforto' filipinas pedem justiça

Usadas como escravas sexuais.
27 de Janeiro de 2016 às 07:11
Sete mulheres estiveram esta quarta-feira entre o grupo de 200 pessoas que se manifestaram
Sete mulheres estiveram esta quarta-feira entre o grupo de 200 pessoas que se manifestaram FOTO: EPA

Cerca de 200 pessoas manifestaram-se esta quarta-feira em Manila, durante a visita do imperador japonês, exigindo "justiça" para as mulheres filipinas usadas como escravas sexuais pelo exército nipónico durante a II Guerra Mundial.


O casal imperial japonês começou, na terça-feira, uma visita histórica de cinco dias ao arquipélago por ocasião do 60.º aniversário da retoma das relações diplomáticas entre os dois países.


As Filipinas, que estiveram sobre o domínio dos Estados Unidos, sofreram entre 1942 e 1945 uma ocupação brutal do exército japonês.


Esta ocupação foi marcada pelo recrutamento forçado para bordéis de milhares de filipinas, apelidadas de "mulheres de conforto". Segundo a associação Lila Pilipina, apenas 70 destas mulheres estão ainda vivas.


Sete mulheres estiveram esta quarta-feira entre o grupo de 200 pessoas que se manifestaram junto ao palácio de Malacanang, em Manila, onde o imperador Akihito foi oficialmente recebido pelo Presidente Benigno Aquino.

Manila II Guerra Mundial Filipinas mulheres de conforto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)