Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Muro para travar imigrantes ilegais

Foi o Muro de Berlim, é o da Cisjordânia e agora também o do México. O Senado norte-americano aprovou uma emenda que prevê a construção de um muro de 595 quilómetros ao longo da fronteira entre os EUA e o México e ainda de 800 quilómetros de barreiras adicionais para impedir a passagem de automóveis.
19 de Maio de 2006 às 00:00
George W. Bush quer travar ilegais na fronteira com o México
George W. Bush quer travar ilegais na fronteira com o México FOTO: d.r.
A emenda segue-se à decisão do presidente George W. Bush de enviar seis mil efectivos da Guarda Nacional para a região com o objectivo de travar a imigração ilegal.
O plano aprovado prevê a construção de um muro duplo com detectores de movimento e iluminação nocturna. Esta barreira fronteiriça será a maior do Mundo, uma vez que a que Israel está a construir para se isolar dos Territórios Palestinianos terá 700 km.
Além do muro, o Senado aprovou ainda um acordo que proíbe ilegais com antecedentes criminais de obter a nacionalidade norte-americana. Em protesto contra estas medidas, o México vai enviar uma nota diplomática aos EUA.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)