Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Myanmar: Aung San Suu Kyi condenada

A líder da oposição de Myanmar (antiga Birmânia), Aung San Suu Kyi, foi condenada a uma pena de mais 18 meses de prisão domiciliária por um tribunal especial que a considerou culpada de violar as normas da sua prisão domiciliária.
11 de Agosto de 2009 às 08:32
Myanmar: Aung San Suu Kyi condenada
Myanmar: Aung San Suu Kyi condenada FOTO: Reuters

Inicialmente, o tribunal tinha condenado Aung San Suu Kyi a três anos de trabalhos forçados, mas esta pena acabou por ser ‘suavizada’ para ano e meio de prisão domiciliária, sendo que a ordem partiu do chefe da junta militar que governa o país, general Than Shwe.

A líder da oposição birmanesa foi considerada culpada de ter violado as normas da sua prisão domiciliária, ao permitir a entrada em sua casa a John William Yettaw, um cidadão norte-americano. Yettaw foi igualmente julgado e condenado a sete de prisão, quatro dos quais de trabalhos forçados.

A comunidade internacional já reagiu à notícia da condenação de Aung San Suu Kyi criticando a decisão e prometendo novas sanções contra o regime de Rangum.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)