Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Myanmar: Líder da oposição reunida com partido

Aung San Suu Kyi, líder da oposição birmanesa, afirmou esta sexta-feira que a Junta Militar tem vontade de trabalhar para a reconciliação nacional, informou o porta-voz do grupo.
9 de Novembro de 2007 às 14:43
As declarações de Suu Kyi foram proferidas durante uma reunião com três altos representantes da Liga Nacional para a Democracia (LND), o primeiro encontro autorizado pela Junta Militar desde Maio de 2004.
“Ela disse que deveríamos trabalhar num processo de cura”, disse o porta-voz Nyan Win, acrescentando que “Aung San Suu Kyi disse que pensava que as autoridades tinham a vontade (de trabalhar para a) reconciliação nacional”.
A líder da oposição referiu ainda que “os acontecimentos sombrios de Setembro e Outubro (a repressão pela Junta de um movimento de protesto popular) foram tristes não só para o LND, mas também para o Governo e a população”, disse o porta-voz.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)