Na Indonésia há um povo que trata os mortos como vivos. A história dos habitantes de Tana Toraja

São tratados como pessoas doentes, nunca como mortos. Comem, bebem e fumam mesmo após a morte.
21.02.19
Os habitantes da região montanhosa de Tana Toraja, na Indonésia, acreditam que os espíritos das pessoas mortas estão presentes, para sempre, nas casas e nas vidas dos seus entequeridos. As características e rituais especiais daquele povo motivaram o fotojornalista Claudio Sieber a realizar uma reportagem fotográfica sobre a povoação.

Para aquele povo, a morte é o momento mais importante da vida. A pele e a carne dos mortos começa a ser tratada, logo após partirem, com uma solução de água e formaldeído. São tratados como pessoas doentes, nunca como mortos. Comem, bebem e fumam várias vezes por dia. As roupas também são trocadas regularmente. 

Mesmo após serem enterrados, é comum voltarem a ser removidos para tomarem banho, serem vestidos novamente e comerem os seus alimentos favoritos. O forte odor dos cadáveres é mascarado com a utilização de plantas secas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!