Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Não me curvarei

O presidente Lula da Silva voltou ontem a adoptar a versão de que as denúncias de corrupção contra o seu governo são parte de uma conspiração das elites e disse, entre lágrimas, que ninguém o fará baixar a cabeça.
24 de Julho de 2005 às 00:00
Lula garante que não existe ninguém mais honesto no Brasil do que ele próprio
Lula garante que não existe ninguém mais honesto no Brasil do que ele próprio FOTO: Meigneux France (EPA)
“Neste país de 180 milhões de brasileiros, não há ninguém, nem mulher nem homem, que tenha condições de me dar lições de moral ou ética. Neste país, ainda está para nascer alguém que possa dar-me lições de honestidade”, disse Lula, acrescentando:”Eu sou filho de pai e mãe analfabetos. O único legado que eles me deixaram é que andar de cabeça erguida é a coisa mais importante para um homem e uma mulher. Eu conquistei com muito sacrifício o direito de andar de cabeça erguida neste país, e não vai ser a elite brasileira que vai fazer eu baixar a minha cabeça.”
Curiosamente, Lula fez este discurso na cerimónia de troca de presidente na poderosa estatal de petróleos Petrobrás, que teve a direcção mudada por ele exactamente devido a denúncias de favorecimento em licitações a empresas que contribuíram com verbas para o seu partido, o Partido dos Trabalhadores (PT).
A tese de que o mar de denúncias seria uma conspiração da direita para derrubar Lula foi lançada há dois meses pelo PT, assim que surgiram as primeiras acusações, mas foi imediatamente posta de lado, tanto porque quase todas as denúncias foram feitas por aliados do governo, quanto porque, uma a uma, têm sido confirmadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)