Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

NATO vai integrar coligação internacional contra o Daesh

Os Estados Unidos da América lideram esta coligação.
24 de Maio de 2017 às 19:00
O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg
O secretário-geral da NATO Jens Stoltenberg
O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg
O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg
O secretário-geral da NATO Jens Stoltenberg
O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg
O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg
O secretário-geral da NATO Jens Stoltenberg
O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg
Os 28 Estados-membros da NATO decidiram esta quarta-feira integrar formalmente a coligação internacional de combate contra o grupo extremista Daesh no Iraque e na Síria, indicou uma fonte diplomática citada pela agência noticiosa France Presse.

Os Estados Unidos, que lideram esta coligação, reclamam há mais de um ano que a Aliança Atlântica integre este grupo, que junta vários países no combate contra os 'jihadistas' do Daesh, como um membro pleno.

A decisão, aprovada ao nível dos embaixadores dos 28 países da NATO, entre os quais Portugal, "tem ainda de ser confirmada pelos chefes de Estado e do Governo" que estarão reunidos quinta-feira numa cimeira em Bruxelas, segundo indicou a mesma fonte diplomática.

Criada em setembro de 2014, a coligação internacional integra atualmente mais de 60 países.
NATO Aliança Atlântica Síria Iraque combate Daesh Estados Unidos política diplomacia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)