Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Negociações do Brexit à beira da rutura total

União Europeia exorta Boris Johnson a parar com o “estúpido jogo da culpa”.
Ricardo Ramos 9 de Outubro de 2019 às 08:35
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson

As negociações do Brexit estavam esta terça-feira à beira da rutura, com Londres e Bruxelas a responsabilizaram-se mutuamente pelo bloqueio registado a pouco mais de três semanas da data prevista para a saída do Reino Unido da UE, aumentando drasticamente a possibilidade de uma saída sem acordo.

Uma conversa telefónica entre o PM, Boris Johnson, e a chanceler alemã, Angela Merkel, esta terça-feira de manhã, terá precipitado a rutura. Segundo o governo britânico, Merkel terá feito exigências "inaceitáveis", nomeadamente, ao defender que a Irlanda do Norte deve manter-se na união aduaneira após o Brexit e continuar a respeitar as regras do mercado único "para sempre". "Se esta é a posição oficial de Bruxelas, isso significa que um acordo é impossível, não só agora, mas sempre", afirmou fonte oficial.

A reação da UE não se fez esperar, com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, a lançar um duro ataque ao PM britânico. "Boris Johnson, o que está em jogo não é ganhar um estúpido jogo da culpa. Não querem um acordo, não querem um adiamento, não querem revogar. ‘Quo vadis’? [para onde vão?]", escreveu Tusk num tweet que espelha toda a frustração da UE com um processo que se arrasta há mais de três anos e que ameaça terminar da pior maneira possível.

Boris Johnson prometeu tirar o país da UE no final do mês com ou sem um acordo, apesar de estar legalmente obrigado pelo Parlamento a pedir um adiamento se não conseguir chegar a acordo com Bruxelas. O PM garante que vai cumprir a lei, mas insiste na saída a 31 de outubro, não sendo claro como tenciona fazê-lo. Entretanto, um memorando do governo esta terça-feira vindo a público insta Johnson a retaliar contra os países da UE que apoiarem o adiamento, cortando toda e qualquer cooperação ao nível da segurança.

PORMENORES 
Irlanda do Norte ‘presa’ à UE
Os unionistas do DUP acusaram esta terça-feira a UE e a República da Irlanda de quererem "prender" a Irlanda do Norte numa "união aduaneira permanente".

Sabotagem
A oposição trabalhista acusou o PM Johnson de sabotar deliberadamente as negociações para forçar um Brexit sem acordo.

"Ou saímos ou saímos"
Fonte do governo britânico garantiu que Londres não vai negociar mais. "Ou saímos sem acordo a 31 de outubro ou vamos a eleições e depois saímos sem acordo", garantiu.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)