Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Niemeyer: Velório aberto ao público no Rio de Janeiro

O corpo do arquitecto Óscar Niemeyer, que faleceu na quarta-feira à noite, aos 104 anos, regressou ao Rio de Janeiro, e está a ser velado no Palácio da Cidade, uma das sedes da Prefeitura.
7 de Dezembro de 2012 às 11:11
O corpo do arquitecto Óscar Niemeyer, que faleceu na quarta-feira à noite, aos 104 anos, regressou ao Rio de Janeiro
O corpo do arquitecto Óscar Niemeyer, que faleceu na quarta-feira à noite, aos 104 anos, regressou ao Rio de Janeiro FOTO: d.r.

O corpo chegou ao Rio de Janeiro por volta das 22 horas locais (meia-noite em Lisboa), transportado por um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Durante a noite, o velório foi restrito aos membros da família e somente esta sexta-feira, a partir das 8 horas locais (10 horas de Lisboa) o local foi aberto ao público.

Na quinta-feira, em Brasília, o corpo foi recebido pela Presidente Dilma Rousseff e pela viúva do arquitecto, Vera Lúcia.

A estimativa da Polícia Militar é de que 4.5000 pessoas tenham passado para dar o seu último adeus ao mestre da arquitectura moderna.

Entre os populares, alguns exibiram cartazes e bandeiras com dizeres a favor do património e do meio ambiente. Um grupo do Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST) esteve presente.

Niemeyer era conhecido pelo seu carácter generoso e altruísta e sempre defendeu um mundo mais justo e igualitário.

O funeral está previsto para o final da tarde e será restrito à família. Niemeyer será enterrado no cemitério São João Batista, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro.

Niemeyer arquitecto óbito
Ver comentários