Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Nova gaffe de Ségolène

A candidata presidencial francesa Ségolène Royal negou ter interferido nos assuntos do Canadá, após ter manifestado aparente simpatia pela libertação do Quebec.
24 de Janeiro de 2007 às 00:00
A socialista afirmou aos jornalistas que apoiava “a soberania e liberdade” para o Quebec, tendo sido censurada pelo primeiro-ministro canadiano, Stephen Harper.
A candidata afirma agora que pretendeu dizer que “as pessoas que votam são soberanas e livres”. Ségolène já havia cometido outras ‘gaffes’ no Líbano e em Pequim.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)