Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Nova Zelândia oferece estatuto de residente permanente a vítimas de ataque às mesquitas de Christchurch

Pessoas que vivem na Nova Zelândia e que estavam presentes numa das mesquitas e os seus familiares próximos no país podem reivindicar o estatuto em questão.
Lusa 24 de Abril de 2019 às 10:25
Massacre em mesquitas da Nova Zelândia mata dezenas de muçulmanos
Polícia responde a ataque a mesquita de Linwood, na Nova Zelândia
Polícia responde a ataque a mesquita de Linwood, na Nova Zelândia
Massacre em mesquitas da Nova Zelândia mata dezenas de muçulmanos
Polícia responde a ataque a mesquita de Linwood, na Nova Zelândia
Polícia responde a ataque a mesquita de Linwood, na Nova Zelândia
Massacre em mesquitas da Nova Zelândia mata dezenas de muçulmanos
Polícia responde a ataque a mesquita de Linwood, na Nova Zelândia
Polícia responde a ataque a mesquita de Linwood, na Nova Zelândia

A Nova Zelândia abriu esta quarta-feira um período de dois anos no qual as famílias das vítimas dos atentados às mesquitas de Christchurch, a 15 de março, poderão solicitar o estatuto de residente permanente.

Esta categoria especial de estatuto "reconhece o impacto da tragédia na vida daqueles que foram mais afetados e visa dar certezas" às pessoas com estatuto de residente temporária, explicou o ministério da Imigração da Zelândia num comunicado.

As pessoas que vivem na Nova Zelândia e que estavam presentes numa das mesquitas e os seus familiares próximos no país podem reivindicar o estatuto em questão.

Nova Zelândia Christchurch Imigração política distúrbios guerras e conflitos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)