Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Novo ciclone deixa milhares desalojados em Moçambique

‘Kenneth’ fez dois mortos e causou danos avultados.
Rita F. Batista 27 de Abril de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
‘Kenneth’ fez dois mortos e causou danos avultados.
A passagem do ciclone ‘Kenneth’ pela província de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique, na madrugada desta sexta-feira, provocou pelo menos duas mortes e deixou milhares de desalojados.

O rasto de destruição é visível, nomeadamente na cidade de Pemba e nas vilas vizinhas: casas derrubadas pelas rajadas de vento, que atingiram os 280 km/h, árvores e postes caídos e famílias a dormir ao relento, abrigando-se como conseguem das chuvas intensas. Só em Ilbo, 90% das casas ficaram destruídas e 15 mil pessoas estão agora na rua apenas com a roupa que traziam vestida.

A queda de um coqueiro provocou uma vítima mortal e há confirmação de, pelo menos, mais uma morte. Ainda assim, as autoridades são cautelosas a avançar números devido à falta de energia e de comunicações que está a dificultar o levantamento do número de vítimas.

O ciclone ‘Kenneth’, de categoria 4, é o mais forte que já passou pelo país, superando, inclusive, o ciclone ‘Idai’, que fez mais de 700 mortos no centro do país há seis semanas. Contudo, o ‘Kenneth’ terá atingido uma zona menos povoada e perdeu força mal chegou a terra, embora mantendo o risco de cheias e deslizamento de terras.

A ONU admite a necessidade de uma nova operação humanitária e o PR Filipe Nyusi já apelou à "união de todos" perante a nova tragédia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)