Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Novo escândalo sexual abala Governo de Boris Johnson

Chris Pincher demitiu-se do cargo e está sob forte pressão para renunciar ao seu lugar no Parlamento.
Correio da Manhã 2 de Julho de 2022 às 10:10
Chris Pincher é acusado de assédio
Chris Pincher é acusado de assédio FOTO: direitos reservados
O vice-chefe da bancada parlamentar do Partido Conservador, Chris Pincher, demitiu-se do cargo e está sob forte pressão para renunciar ao seu lugar no Parlamento na sequência de um escândalo sexual.

Pincher é acusado de ter apalpado dois homens durante uma noite de copos num clube privado da capital britânica. "Bebi demasiado e envergonhei-me a mim próprio", escreveu o deputado na carta em que renuncia ao cargo de vice-chefe da bancada conservadora, na qual não faz qualquer referência aos alegados abusos sexuais.

O gabinete do primeiro-ministro deu a entender que Boris Johnson ficou satisfeito com a renúncia do deputado e não espera que seja aberta uma investigação, dando o caso por encerrado, mas vários deputados conservadores e a oposição trabalhista exigem que Pincher seja investigado pela polícia por crimes sexuais.

O deputado foi, entretanto, suspenso e não pode entrar no Parlamento.
Partido Conservador Governo de Boris Johnson Chris Pincher Parlamento Boris Johnson política
Ver comentários
}