Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Novo presidente da Costa do Marfim apela à união

Alassane Ouattara tomou, neste sábado, posse como Presidente em Yamoussoukro, Costa de Marfim, numa cerimónia que marcou o fim de seis meses de uma crise pós-eleitoral mortal, e durante a qual apelou à união dos costa-marfinenses.
21 de Maio de 2011 às 16:01
O novo presidente apelou à reconciliação para o renascimento de uma nova Costa do Marfim
O novo presidente apelou à reconciliação para o renascimento de uma nova Costa do Marfim FOTO: Reuters/Thierry Gouegnon

"É altura de nos reconciliarmos com os valores fundamentais da nossa bela Costa do Marfim e de unir todos os costa-marfinenses ", afirmou, o novo presidente após ter sido formalmente investido, perante uma plateia que reuniu líderes africanos, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o chefe da ONU, Ban Ki-moon. 

"Celebramos a paz, sem a qual nenhum desenvolvimento é possível", continuou Alassane Ouattara, lançando um apelo "solene à reconciliação" para que possa renascer "uma nova Costa do Marfim."A Costa do Marfim reconcilia-se e une-se", insistiu o presidente. 

A crise surgiu a partir da recusa do ex-presidente Laurent Gbagbo em admitir a sua derrota nas eleições presidenciais de 28 de Novembro de 2010. Esta recusa acabou por resultar em 15 dias de guerra e ficou marcada pela morte de quase três mil pessoas, segundo os dados do novo governo.

Tomada de posse Costa do Marfim ONU Ban Ki-moon Laurent Gbagbo Alassane OuattaraNicolas Sarkozy
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)