Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Novo suicídio abala Partido Trabalhista britânico

Funcionário partidário estava a ser investigado por posse de pornografia.
Ricardo Ramos 27 de Novembro de 2017 às 09:04
Reino Unido
Parlamento Britânico
Reino Unido
Parlamento Britânico
Reino Unido
Parlamento Britânico
Um funcionário do Partido Trabalhista britânico suicidou-se após ser suspenso das suas funções e alvo de um inquérito interno por posse de pornografia. É o segundo suicídio no partido relacionado com a ‘caça às bruxas’ desatada pela recente onda de denúncias de assédio e abuso sexual contra políticos.

O homem, que tinha cerca de 30 anos e cuja identidade não foi revelada, trabalhava na sede do partido em Londres e tinha sido suspenso após terem sido encontradas imagens pornográficas no seu computador.

Segundo o ‘Sunday Times’, que avançou a notícia, tratava-se de montagens com os corpos de atores pornográficos e os rostos de figuras públicas. Apesar de se tratar de uma aparente brincadeira, o partido abriu uma investigação e o homem foi suspenso, o que o terá levado ao suicídio. Os colegas foram informados na passada quinta-feira por um membro da direção, que lhes pediu para manterem o silêncio sobre o assunto.

Há duas semanas, o deputado trabalhista Carl Sargeant, ministro galês das Comunidades, suicidou-se após ser suspenso das suas funções por suspeita de assédio sexual.

Na altura, a família e os amigos criticaram a forma como o partido lidou com assunto, críticas que se repetem agora, com o deputado John Mann a acusar a direção de "amadorismo" e a exigir que as investigações sejam levadas a cabo por uma entidade independente.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)