Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Novos dados sobre escândalo

Jean-Louis Gergorin, ex-vice-presidente da European Aeronautic Defence and Space Company (EADS), admitiu numa entrevista ao jornal ‘Parisien’ ter sido ele a enviar a primeira carta anónima sobre as alegadas contas de personalidades francesas na instituição financeira luxemburguesa ‘Clearstream’, para onde terão sido canalizados subornos conseguidos na venda de fragatas a Taiwan.
19 de Maio de 2006 às 00:00
Dominique de Villepin
Dominique de Villepin FOTO: Benoit Tessier, Reuters
Recorde-se que o escândalo rebentou quando um juiz francês revelou que o primeiro-ministro Dominique de Villepin mandara investigar, por ordem do presidente Jacques Chirac, o eventual envolvimento de Nicolas Sarkozy, actual ministro do Interior. Tanto Chirac como Villepin negaram ter ordenado a investigação a Sarkozy e Gergorin assegura agora que este não figurava na primeira lista de 70 nomes de supostos titulares de contas na ‘Clearstream’.
Gergorin não revela se enviou as cartas que se seguiram, incluindo a lista de Junho de 2004, em que já aparecia o nome de Sarkozy. Gergorin afirma que enviou a carta porque o caso exigia “verificações oficiais”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)