Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Número de mortos devido ao tufão Haiyan supera 5.700

Fenómeno natural devastou, no mês passado, a região central do arquipélago.
5 de Dezembro de 2013 às 09:05
Pessoas afetadas pelo tufão Haiyan
Pessoas afetadas pelo tufão Haiyan FOTO: Anadolu/Getty Images

As autoridades das Filipinas elevaram para 5.719 o número de mortos nas Filipinas devido ao tufão Haiyan, que devastou, a 8 de novembro, a região central do arquipélago, indica esta quinta-feira a imprensa local.

Segundo o Centro Nacional de Gestão e Redução de Risco de Desastres, o tufão, que afetou 10 milhões de pessoas, provocou ainda mais de 26 mil feridos, havendo o registo de 1.779 desaparecidos.

Dos mais de três milhões de deslocados, apenas 96.474 se encontram atualmente em centros de abrigo, sobretudo nas ilhas de Leyte e Samar.

De acordo com o mais recente relatório do organismo filipino, os danos causados pelo Haiyan ultrapassam 30 mil milhões de pesos (514 milhões de euros). As Nações Unidas indicaram ser urgente angariar mais fundos para ajudar os sobreviventes do tufão.

"As consequências do tufão Haiyan trouxeram muitas necessidades [pelo que] precisamos de apoio para que o povo se recupere", sublinhou, em conferência de imprensa, a coordenadora dos Assuntos Humanitários da ONU nas Filipinas, Luísa Carvalho, apontando como prioridade urgente "providenciar casas e reconstruir a vida" dos afetados pela catástrofe.

Filipinas mortos tufão Haiyan arquipélago Centro Nacional de Gestão e Redução de Risco de Desastres tufão
Ver comentários