Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

“Nunca passámos por nada assim”

A costa leste dos EUA começou ontem a sentir os efeitos do furacão ‘Sandy’, cuja força devastadora se abateu esta madrugada sobre a região de Nova Iorque, onde foram tomadas todas as medidas de prevenção possíveis. Mais de 60 milhões de pessoas residem nas áreas que deverão sofrer o impacto principal da tempestade nos próximos dias, incluindo muitos milhares de portugueses e luso-descendentes.
30 de Outubro de 2012 às 01:00
Agentes da polícia fizeram rondas para se assegurarem de que ninguém ficou nas estações
Os primeiros ventos já começaram a fazer estragos.
A bolsa de Nova Iorque está encerrada pelo segundo dia consecutivo.
Fugir de avião para longe do furacão 'Sandy' tornou-se uma missão impossível, tendo em conta os cancelamentos
Do espaço é possível ver a extensão do furacão 'Sandy'.
O 'Cowboy Nu', que é uma das principais atracções turísticas de Times Square, no coração de Nova Iorque, resistiu o mais possível ao mau tempo
Milhares de nova-iorquinos abandonaram a cidade, provocando congestionamentos nas saídas de Manhattan
No centro da finança de Nova Iorque, são tomadas medidas de precaução para minimizar estragos.
Nova Iorque ficou às escuras à passagem do furacão 'Sandy'.
O poder de destruição de 'Sandy' não afasta muitos curiosos.
Na 6ª Avenida, em Chelsea, Nova Iorque, é possível ver rasto de destruição, apesar da falta de iluminação pública.
O One World Trade Center, edifício mais alto da cidade ainda antes de estar concluído, enfrentará o seu primeiro grande teste
Os Bombeiros foram chamados para inúmeros pedidos de emergência.
Uma imagem inédita e quase exclusiva: a cidade de Nova Iorque ficou praticamente às escuras.
As imagens divulgadas pela NASA fazem temer o pior para os próximos dias
Também em Westhampton Beach, junto à costa, decorrem preparativos para minimizar os estragos do furacão
Agora resta esperar que tudo corra tão bem quanto possível
O mar é o primeiro a dar sinais da chegada do 'Sandy'.
Cuidados idênticos foram tidos em Battery Park, na parte baixa da ilha de Manhattan, pois teme-se que o nível das águas possa subir vários metros
No resto do estado de Nova Iorque o panorama não é melhor, como se vê pelas prateleiras vazias neste supermercado da localidade de Riverhead
Apesar dos perigos do Sunday, alguns turistas arriscam para apanhar o melhor momento.
Apesar dos riscos, há quem desafie as leis da Natureza e enfrente o furacão 'Sandy'.
O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, acompanhou de perto os efeitos de 'Sandy'.
Na costa marítima do estado de Nova Iorque, em Southampton, a água galgou as margens e invadiu zonas residenciais.
Tal como o mercado de valores, também o metropolitano de Nova Iorque acabou por ser encerrado no domingo
Obama cancelou a campanha na Florida, devido à passagem do furacão 'Sandy', e regressou a Washington.
Em Brooklyn, já se registam inundações.
Agentes da polícia fizeram rondas para se assegurarem de que ninguém ficou nas estações
Os primeiros ventos já começaram a fazer estragos.
A bolsa de Nova Iorque está encerrada pelo segundo dia consecutivo.
Fugir de avião para longe do furacão 'Sandy' tornou-se uma missão impossível, tendo em conta os cancelamentos
Do espaço é possível ver a extensão do furacão 'Sandy'.
O 'Cowboy Nu', que é uma das principais atracções turísticas de Times Square, no coração de Nova Iorque, resistiu o mais possível ao mau tempo
Milhares de nova-iorquinos abandonaram a cidade, provocando congestionamentos nas saídas de Manhattan
No centro da finança de Nova Iorque, são tomadas medidas de precaução para minimizar estragos.
Nova Iorque ficou às escuras à passagem do furacão 'Sandy'.
O poder de destruição de 'Sandy' não afasta muitos curiosos.
Na 6ª Avenida, em Chelsea, Nova Iorque, é possível ver rasto de destruição, apesar da falta de iluminação pública.
O One World Trade Center, edifício mais alto da cidade ainda antes de estar concluído, enfrentará o seu primeiro grande teste
Os Bombeiros foram chamados para inúmeros pedidos de emergência.
Uma imagem inédita e quase exclusiva: a cidade de Nova Iorque ficou praticamente às escuras.
As imagens divulgadas pela NASA fazem temer o pior para os próximos dias
Também em Westhampton Beach, junto à costa, decorrem preparativos para minimizar os estragos do furacão
Agora resta esperar que tudo corra tão bem quanto possível
O mar é o primeiro a dar sinais da chegada do 'Sandy'.
Cuidados idênticos foram tidos em Battery Park, na parte baixa da ilha de Manhattan, pois teme-se que o nível das águas possa subir vários metros
No resto do estado de Nova Iorque o panorama não é melhor, como se vê pelas prateleiras vazias neste supermercado da localidade de Riverhead
Apesar dos perigos do Sunday, alguns turistas arriscam para apanhar o melhor momento.
Apesar dos riscos, há quem desafie as leis da Natureza e enfrente o furacão 'Sandy'.
O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, acompanhou de perto os efeitos de 'Sandy'.
Na costa marítima do estado de Nova Iorque, em Southampton, a água galgou as margens e invadiu zonas residenciais.
Tal como o mercado de valores, também o metropolitano de Nova Iorque acabou por ser encerrado no domingo
Obama cancelou a campanha na Florida, devido à passagem do furacão 'Sandy', e regressou a Washington.
Em Brooklyn, já se registam inundações.
Agentes da polícia fizeram rondas para se assegurarem de que ninguém ficou nas estações
Os primeiros ventos já começaram a fazer estragos.
A bolsa de Nova Iorque está encerrada pelo segundo dia consecutivo.
Fugir de avião para longe do furacão 'Sandy' tornou-se uma missão impossível, tendo em conta os cancelamentos
Do espaço é possível ver a extensão do furacão 'Sandy'.
O 'Cowboy Nu', que é uma das principais atracções turísticas de Times Square, no coração de Nova Iorque, resistiu o mais possível ao mau tempo
Milhares de nova-iorquinos abandonaram a cidade, provocando congestionamentos nas saídas de Manhattan
No centro da finança de Nova Iorque, são tomadas medidas de precaução para minimizar estragos.
Nova Iorque ficou às escuras à passagem do furacão 'Sandy'.
O poder de destruição de 'Sandy' não afasta muitos curiosos.
Na 6ª Avenida, em Chelsea, Nova Iorque, é possível ver rasto de destruição, apesar da falta de iluminação pública.
O One World Trade Center, edifício mais alto da cidade ainda antes de estar concluído, enfrentará o seu primeiro grande teste
Os Bombeiros foram chamados para inúmeros pedidos de emergência.
Uma imagem inédita e quase exclusiva: a cidade de Nova Iorque ficou praticamente às escuras.
As imagens divulgadas pela NASA fazem temer o pior para os próximos dias
Também em Westhampton Beach, junto à costa, decorrem preparativos para minimizar os estragos do furacão
Agora resta esperar que tudo corra tão bem quanto possível
O mar é o primeiro a dar sinais da chegada do 'Sandy'.
Cuidados idênticos foram tidos em Battery Park, na parte baixa da ilha de Manhattan, pois teme-se que o nível das águas possa subir vários metros
No resto do estado de Nova Iorque o panorama não é melhor, como se vê pelas prateleiras vazias neste supermercado da localidade de Riverhead
Apesar dos perigos do Sunday, alguns turistas arriscam para apanhar o melhor momento.
Apesar dos riscos, há quem desafie as leis da Natureza e enfrente o furacão 'Sandy'.
O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, acompanhou de perto os efeitos de 'Sandy'.
Na costa marítima do estado de Nova Iorque, em Southampton, a água galgou as margens e invadiu zonas residenciais.
Tal como o mercado de valores, também o metropolitano de Nova Iorque acabou por ser encerrado no domingo
Obama cancelou a campanha na Florida, devido à passagem do furacão 'Sandy', e regressou a Washington.
Em Brooklyn, já se registam inundações.

"Nunca vi tanta gente nos supermercados. Falta água e pão. Temos um gerador, água e comprámos pilhas para o rádio e para as lanternas. Estamos com algum medo. Nunca passámos por nada assim", contou ao Correio da Manhã Helena Cardoso, portuguesa de 53 anos residente em Newark, uma das cidades mais ameaçadas pelo furacão. Prevenção era a palavra de ordem, como relatou outra portuguesa residente na cidade, Maria Ferreira: "Temos a casa cheia de alimentos. A polícia mandou as pessoas ficarem em casa devido ao risco de queda de árvores e objectos arrastados pelo ar", afirmou.

Horas antes da chegada do furacão, os seus efeitos já se faziam sentir, com o mar a saltar as muralhas de protecção e a causar inundações em Atlantic City, Nova Jérsia, e em Battery Park, Nova Iorque. Milhares de pessoas estavam já sem electricidade. Ao largo da Carolina do Norte, uma réplica do navio ‘HMS Bounty’ afundou--se e 14 dos 16 tripulantes foram resgatados.

Milhares de voos foram cancelados, os transportes públicos suspensos e as escolas fechadas. Wall Street e as Nações Unidas também foram encerradas.

O presidente Obama fez um derradeiro apelo à população para que respeite as ordens de evacuação, lembrando que esta é uma tempestade "muito poderosa". "A prioridade é salvar vidas." avisou. 

DISCURSO DIRECTO

"ATESTEI-ME DE ATUM E SARDINHA PORTUGUESA": Manuela Neto, Educadora de infância, Boston

"Da varanda, vejo tanta chuva e efeitos do vento... Todos nos preparámos para o pior. Como boa portuguesa, atestei-me de latas de atum e sardinha portuguesa."

"FALTA DE ENERGIA É O PIOR QUE PODE ACONTECER": Ricky Durães, Jornalista, Nova Iorque

"A falta de energia num país como este é o pior que pode acontecer. Os serviços públicos estão encerrados, a circulação está condicionada e há zonas evacuadas."

sandy nova iorque eua costa furacão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)