Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

O DIA QUE OS TERRORISTAS NÃO QUERIAM VER

O presidente norte-americano George W. Bush, que se encontra em Istambul, na Turquia, a participar na Cimeira da NATO, saudou a transição de soberania no Iraque como “um dia de grande esperança para o povo iraquiano” e prometeu que os EUA não abandonarão o país à sua sorte.
29 de Junho de 2004 às 00:00
“Este era o dia que os terroristas não queriam ver. Após décadas de ditadura brutal sob um regime de terror, o Iraque começa uma nova fase no seu avanço para a Democracia”, afirmou Bush numa conferência de Imprensa com o seu aliado britânico Tony Blair, o qual se referiu à transição de poderes em Bagdad como “uma importante etapa no caminhada do povo iraquiano rumo ao futuro”. Questionado sobre se o novo governo iraquiano deve introduzir a Lei Marcial para fazer face à violência, o presidente americano manifestou o seu apoio a qualquer estratégia adoptada pelo novo primeiro-ministro iraquiano, Iyad Allawi, para enfrentar o terrorismo, nomeadamente, o grupo liderado pelo jordano Abu Musab al-Zarqawi. “Allawi pode ter que adoptar medidas de segurança duras para enfrentar Zarqawi. O primeiro-ministro não recuará face aos assassinatos brutais e nós também não”, assegurou Bush.
Horas antes, os líderes da NATO tinham respondido de forma positiva ao pedido de ajuda do novo governo iraquiano, comprometendo-se a ajudar a treinar o novo Exército iraquiano. No entanto, a declaração final saída da cimeira é demasiado vaga sobre o assunto, não especificando quando, como ou onde essas tropas serão treinadas, numa clara indicação da falta de consenso no seio da Aliança quanto ao envio de tropas para o Iraque. O presidente francês Jacques Chirac foi mesmo bem claro, ao afirmar que o papel da NATO “não é intervir no Iraque”.
A Cimeira de Istambul, na qual foi igualmente aprovado o reforço do contingente da NATO no Afeganistão, foi ainda marcada por violentos confrontos entre manifestantes e a Polícia, que provocaram pelo menos 60 feridos. Duas dezenas de pessoas foram detidas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)