Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

O terror vivido por uma família cristã torturada na Síria aos olhos de uma criança

Desenho de uma criança cristã de 11 anos espelha período vivido durante ocupação jihadista em Alepo, na Síria, em 2016.
Correio da Manhã 25 de Fevereiro de 2021 às 10:42
Desenho de uma criança cristã de 11 anos espelha período vivido durante ocupação jihadista em Alepo, na Síria
Desenho de uma criança cristã de 11 anos espelha período vivido durante ocupação jihadista em Alepo, na Síria FOTO: Direitos Reservados / Youtube
Uma imagem pode valer mais do que mil palavras. Neste caso, um desenho de uma criança cristã de 11 anos que retrata o terror vivido durante a ocupação jihadista em Alepo, na Síria, em 2016.

O desenho foi partilhado por Marcela Szymanski, representante da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) durante uma conferência com a União Europeia para a apresentação da mensagem do Papa Francisco para a Quaresma.

Marcela explicou que o desenhou foi feito durante um exercício numa aula e partilhado depois pela AIS.

"Esta é uma família sob perseguição severa por causa da fé: Os terroristas queriam levar todos os homens e rapazes, esperava-se que as mulheres renunciassem à sua fé e se tornassem muçulmanas", explicou a representante.

Na descrição, Szymanski refere que o desenho retrata a criança cristã, a mãe e a irmã e o irmão, no chão, "já mortos e com sinais de tortura", com três terroristas vestidos de preto, e vários "instrumentos de tortura".

"Esta família foi generosa em partilhar connosco a sua experiência, porque acreditam firmemente que Deus estava com eles lá, ou teriam morrido", observou a representante da AIS junto da União Europeia.

A representante sublinha que "esta é uma família sob perseguição severa por causa da fé".

Síria Alepo União Europeia Marcela Szymanski AIS questões sociais tortura desenho
Ver comentários