Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

"O que vos espera será mais duro e mais amargo"

Comunicado do Daesh deixa ameaça a "estados cruzados".
José Carlos Marques 22 de Março de 2016 às 19:02
Terroristas congratulam-se com os mortos e feridos de Bruxelas
Terroristas congratulam-se com os mortos e feridos de Bruxelas FOTO: Twitter
O Daesh reivindicou a autoria dos atentados com um comunicado em que louva o sucesso do ataque contra a "Bélgica cruzada" e deixa uma ameaça aos estados "que são aliados" contra a organização terrorista: "Prometemos aos estados cruzados que são aliados contra o estado islâmico, dias sombrios em resposta à sua agressão contra o nosso estado. E o que vos espera será mais duro e mais amargo".

O comunicado foi divulgado em árabe e em francês.


























Tradução:

"Pela graça de Alá e seu benefício, uma célula secreta de soldados do Califado -  que Alá lhe conceda o poder e a vitória - correu na direção da Bélgica cruzada que nunca deixou de combater o Islão e os muçulmanos.  Alá deu assim a vitória através das mãos dos nossos irmãos e lançou o medo e o terror no coração dos cruzados, em plena terra deles.

 

Com efeito, um número de soldados do Califado - vestindo cintos explosivos, bombas e metralhadoras, e visando lugares precisamente escolhidas na capital Bruxelas  - lançaram-se ao aeroporto  Zaventem de Bruxelas e a uma estação de metro para matar um grande número de cruzados.

 

Eles detonaram de seguida os seus cintos de explosivos no meio das multidões. O resultado destes ataques ascende a 40 mortos e não menos de 210 feridos entre os cidadãos dos estados cruzados. E é a Alá que pertence o louvor, a graça e a bênção.

Prometemos aos estados cruzados que são aliados contra o estado islâmico, dias sombrios em resposta à sua agressão contra o nosso estado. E o que vos espera será mais duro e mais amargo, com a permissão de Alá.


Louvado seja Alá, que fez os nossos ataques precisas e nos concedeu o sucesso. Pedimos-Lhe  - glorificado seja Ele - que aceite os nossos irmãos entre mártires".

daesh comunicado atentados daesh terrorismo mortes
Ver comentários