Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Obama felicita Romney pela campanha enérgica

O presidente norte-americano e candidato democrata à reeleição, Barack Obama, manifestou-se esta segunda-feira confiante na vitória e felicitou o adversário republicano, Mitt Romney, pela "dinâmica" campanha.
6 de Novembro de 2012 às 17:45
Sentado numa mesa com quatro funcionários da campanha, Obama começou a fazer chamadas
Sentado numa mesa com quatro funcionários da campanha, Obama começou a fazer chamadas FOTO: Reuters

Em breves declarações aos jornalistas, após uma visita surpresa à sede da campanha democrata próxima da sua casa em Chicago, Obama deu graças "a todas as pessoas incríveis que estão a trabalhar arduamente, a fazer telefonemas e a assegurar-se de que toda a gente vai votar".

Felicitou Romney pela campanha enérgica, assegurou que os apoiantes republicanos são "tão comprometidos e entusiastas" como os democratas e acrescentou que também eles estão hoje a "trabalhar no duro".

No entanto, manifestou-se confiante de que a campanha democrata conseguirá "os votos para ganhar", prevenindo que tudo depende da participação.

"Quero encorajar toda a gente, dos dois lados, a usufruir deste direito precioso, pelo qual tantos dos nossos lutaram para que pudéssemos gozá-lo", disse Obama.

"Estou impaciente de ver os resultados. Espero que passemos uma boa noite. Mas, qualquer que seja o resultado, quero manifestar a minha gratidão a todos os que me apoiaram, todos os que trabalharam tão arduamente por mim", referiu.

Na sede de campanha de Chicago, o presidente surpreendeu alguns voluntários no estado de Wisconsin, telefonando-lhes para lhes agradecer pelo seu apoio.

"Daqui fala Barack Obama. Sabe, o presidente?", terá dito a uma mulher do Wisconsin.

Obama chegou à sede de campanha em Hyde Park, pouco depois das 09h00 (15h00 em Lisboa) e foi recebido com aplausos do pessoal da campanha, segundo jornalistas que acompanham o presidente.

Tirou o casaco, pendurou-o nas costas de uma cadeira e disse: "Toca a trabalhar, temos de angariar alguns votos".

Sentado numa mesa com quatro funcionários da campanha, Obama começou a fazer chamadas. Obama grava esta terça-feira em Chicago uma série de entrevistas para rádio e televisão e depois joga basquetebol com amigos e membros da sua equipa.

O basquete, uma paixão pessoal Obama, é também uma tradição ligeiramente supersticiosa para o presidente, que costuma relaxar com a bola nos dias de eleições em que o seu nome está em causa.

Obama almoça e janta em casa, com a família, e à noite desloca-se para o centro de convenções McCormick Place, em Chicago, onde aguardará os resultados das eleições.

Mais de 200 milhões de norte-americanos são chamados a escolher o próximo Presidente dos EUA, entre o democrata Barack Obama e o republicano Mitt Romney, a eleger o Congresso e a responder em dezenas de referendos locais.

Cerca de 40 por cento dos norte-americanos votaram antecipadamente, uma prerrogativa já utilizada, de forma inédita, pelo Presidente Barack Obama.

O encerramento das urnas deverá acontecer às 20h00 [01h00 de quarta-feira em Lisboa] na maioria dos estados na costa leste e três horas mais tarde na costa oeste.

obama romney eleições eua votos votação
Ver comentários